Polícia

Vídeo mostra italiano sendo preso após cometer homicídio na frente do Fórum

Redação TNH1 | 10/03/21 - 13h42 - Atualizado em 10/03/21 - 13h57
Reprodução

Um vídeo registrou o momento em que o italiano Pasquale Palmeri foi preso por três agentes da Polícia Judiciária após assassinar o marido de uma advogada na entrada do Fórum do Barro Duro, na tarde dessa terça-feira, 9, em Maceió. 

As imagens mostram o italiano sendo abordado pelos policiais, que já estavam com armas em punho. Palmeri fica de joelhos e depois é detido pela força de segurança judiciária. 

Segundo o Batalhão de Polícia de Eventos (BPE), foram apreendidos o veículo de modelo Chevrolet Prisma, de cor cinza, usado pelo italiano para chegar ao Fórum, e o revólver da marca Taurus, de calibre 32, utilizado para efetuar os disparos.

Ele estava com munições, com a quantidade de dinheiro aproximada de R$ 5.700 e com fita crepe colada na placa do carro para esconder a numeração dela. As investigações podem apontar que o ataque foi planejado. Mais adiante, os policiais recolheram nove munições de calibre 32, sendo quatro intactas, três pinadas e duas deflagradas, um aparelho celular, cinco cartões de crédito, uma carteira com documentos pessoais e uma fita crepe de cor amarela, usada para esconder a placa do Chevrolet Prisma.

O caso

O marido de uma advogada, baleado na tarde desta terça-feira (09), em frente ao Fórum Desembargador Jairon Maia Fernandes, no Barro Duro, morreu antes de chegar ao Hospital Geral do Estado (HGE), para onde havia sido socorrido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). José Benedito Alves de Carvalho foi atingido no tórax por disparos de arma de fogo de calibre 32 efetuados pelo italiano Pasquale Palmeri, preso logo após o crime. 

De acordo com a assessoria de comunicação do Tribunal de Justiça de Alagoas, o italiano foi ao Fórum para participar de uma audiência na 22ª Vara Cível da Capital - Família sobre um processo de divórcio, que estava marcado para as 17h30. Antes disso, ele atirou na vítima após uma discussão na porta do fórum

José Benedito era bacharel em Direito e chegou no Fórum com a mulher para acompanhar a audiência. Ele morreu a caminho do hospital.

Palmeri foi preso em flagrante, logo após tentativa de fuga. Ele foi encaminhado à Central de Flagrantes e foi ouvido pelo delegado plantonista. Ele segue recluso na delegacia.