Justiça

Acusado de tentativa de homicídio no Clima Bom é condenado a 8 anos de prisão

15/02/17 - 14h59 - Atualizado em 15/02/17 - 15h03

O Conselho de Sentença do 3º Tribunal do Júri de Maceió condenou Valnei Antônio da Silva a oito anos e cinco meses de reclusão pela tentativa de homicídio contra Adriano Ferreira da Silva, ocorrida em 2009, no bairro Clima Bom, na Capital. O julgamento foi nessa terça-feira (14), no Fórum do Barro Duro.

Os jurados rejeitaram a tese de negativa de autoria e condenaram Valnei da Silva por tentativa de homicídio qualificado. “O acusado agiu com dolo intenso, porque conhecia a vítima e sabia onde a mesma morava”, afirmou o juiz Geraldo Cavalcante Amorim.

Ainda segundo o magistrado, as consequências do delito foram graves. “A vítima foi lesionada com um golpe [de faca] no pescoço, três na cabeça, quatro nos braços, uma no dedo indicador da mão direita e ficou internada por quatro dias”, ressaltou.

Valnei Antônio da Silva, por estar em local incerto ou não sabido, não compareceu ao julgamento. O juiz manteve a prisão preventiva do acusado e determinou que ele cumpra a pena em regime inicialmente fechado. “No caso em exame, verifica-se que a prisão do réu é necessária como garantia da ordem pública e para aplicação da lei penal”.

A acusação foi feita pelo promotor de Justiça José Antônio Malta Marques e a defesa teve à frente o defensor público Ryldson Martins Ferreira.

O caso

De acordo com o inquérito policial, o réu invadiu a casa da vítima de madrugada e lhe desferiu várias facadas. Mesmo gravemente ferido, Adriano Ferreira sobreviveu ao ataque.

Em depoimento, a vítima afirmou que estava indo dormir quando notou o acusado no quarto. Disse ainda que Valnei não chegou a falar nada e logo lhe desferiu os golpes de faca.

Depois do crime, o réu foi localizado na rua, com as mãos sujas de sangue. Ele, no entanto, negou envolvimento no caso.