Futebol

Ambição nacional: CRB sobe ao palco do Rei Pelé na primeira cena diante do Ceará

Mirando elite do futebol brasileiro, Alvirrubro se apresenta ao torcedor no começo da longa temporada da Série B

21/05/16 - 08h00

Como numa boa peça de teatro, o Clube de Regatas Brasil sonha protagonizar um espetáculo para o seu público: alcançar a elite nacional. Ator principal, o Galo tem acumulado a função de diretor e roteirista no amplo teatro do futebol canarinho. Os dramas dos rebaixamentos se entrelaçam com as glórias dos acessos às peças da Série B do Campeonato Brasileiro nas últimas temporadas e ditam o suspense nas arquibancadas. A nova edição propõe um elenco mais experiente e de alto investimento: o clube aposta nas estrelas para conquistar o sucesso. A primeira cena no tradicional palco do Rei Pelé é ao lado do Ceará, neste sábado (21), às 16h30. 

Sensação no festival estadual, o Alvirrubro conquistou quatro dos últimos cinco prêmios. O espectador vermelho e branco só tem motivos para sorrir e aplaudir ultimamente. Diretor técnico, Mazola Jr. vive a sina dos bons profissionais. Erra, acerta, agrada e é criticado. Em apresentação nacional, ele ensaiou bem e quase deixou os cariocas do Vasco para trás, mas o fechamento das cortinas foi cruel e eliminou o Regatas. Ainda assim, a motivação de Mazola é inspirada no triunfo em Londrina, contra os donos da casa, no Estádio do Café, que rendeu os primeiros três pontos ao CRB. 


Última plateia do CRB deu show no Rei Pelé (Crédito: Pei Fon/Portal TNH1)

Atuar em casa é sempre uma responsabilidade maior. Atores fundamentais, o zagueiro Gabriel e o volante Somália, devem desfalcar a primeira cena alvirrubra no Trapichão. Mas a temporada nacional está apenas começando e o CRB investiu alto. Regularizado, o defensor Flávio Boaventura foi contratado para assumir um dos papeis principais na defesa e está à disposição de Mazola. Sem segredos e tempo para ensaiar, o Galo deve repetir a formação da última exibição em solo carioca, com: Juliano; Bocão, Audálio, Jussani e Diego; Olívio, Rivaldo, Galdezani, Gerson Magrão e Luidy; Neto Baiano.

Um grande roteiro põe um bom desafiante do outro lado. O CRB vai contracenar com o Ceará, premiado na categoria regional em 2015. É bem verdade que o Alvinegro não tem feito boas apresentações na atual temporada, ficou na igualdade com o Paysandu na estreia, mas tem qualidade e sempre exibe um conjunto diferente dos demais. Sob as orientações de Sergio Soares, o Vozão ensaiou os últimos detalhes em Maceió, no Mutange, lar rival dos regatianos. Os artistas Tiago Cametá e Serginho não estão confirmados, porém, há indícios do elenco titular: Éverson; Tiago Cametá (Eduardo), Sandro, Antônio Carlos e Thallyson; Richardson, Marino e Felipe; Tomas Bastos, Serginho (Assisinho) e Rafael Costa.

A sonoplastia da casa vai ficar a cargo do regatiano, que teve a bilheteria liberada desde a última terça-feira (17). Os jurados do espetáculo são do Pará. Joelson Nazareno Ferreira Cardoso comanda, sendo auxiliado por Lúcio Ipojucan Ribeiro da Silva de Mattos e Rafael Ferreira Vieira. O cenário está pronto. A próxima página está em branco. Resta acompanhar a trama e aguardar o desfecho final do capítulo inicial.