Interior

'Cidade Confere': é falso que linguiça de cachorro tenha sido vendida em Arapiraca

TNH1 com TV Pajuçara | 14/09/21 - 09h36 - Atualizado em 14/09/21 - 11h04
Imagens: Polícia Civil do ES

O quadro 'Cidade Confere', do programa Cidade Alerta Alagoas, da TV Pajuçara/Record TV, confirmou que é falsa a informação de que um casal foi preso suspeito de comercializar linguiça de cachorro no município de Arapiraca, como também a Vigilância Sanitária garantiu que não houve qualquer tipo de denúncia sobre a venda do produto na cidade.  

A notícia de que duas pessoas foram detidas pela polícia por fabricar a linguiça circulou nas redes sociais nessa semana.Para dar veracidade à informação, as pessoas que compartilharam a fake news usaram imagens de cães pendurados e de linguiças prontas para o comércio.  Na verdade as fotos eram do Espírito Santo, onde a polícia descobriu uma casa em que cachorros e gatos eram abatidos e a carne usada na fabricação de linguiças O flagrante ocorreu em outubro de 2019 na cidade de Guarapari. As fotos foram fornecidas pela Polícia Civil do ES.

O coordenador da Vigilância Sanitária de Arapiraca, Diego Albuquerque, gravou um vídeo para negar o boato. "Isso é falso, isso aconteceu em outro estado, e nas redes sociais estão dizendo que foi em Arapiraca. Nós estamos vigilantes, atuantes, e não houve em momento nenhum o problema [...] Solicitamos que a população denuncie à Vigilância Sanitária qualquer coisa que ache irregular, e nós prontamente iremos inspecionar e avaliar", disse. 

Segundo a Vigilância Sanitária, os canais para a denúncia são: o site da Prefeitura de Arapiraca, com o direcionamento para ouvidoria, e o número de telefone 3521-1604.

Assista à reportagem: