Interior

Corpos de alagoanos vítimas de acidente em barragem são sepultados em Delmiro

TNH1 | 10/02/21 - 11h41 - Atualizado em 10/02/21 - 12h06
Heyder e Mizael trabalhavam na manutenção da barragem | Divulgação

Os corpos dos alagoanos, vítimas do acidente na Barragem do Atalho, no Ceará, foram sepultados na manhã desta quarta-feira, 10, no município de Delmiro Gouveia, no Sertão alagoano. Eles foram identificados oficialmente como Heyder Pereira da Silva, 36 anos, e Mizael Brasil dos Santos, de 32 anos.

Além de Heyder e Mizael, outro alagoano, identificado como Valdir Fernando dos Santos, de 57 anos, também natural da mesma cidade e que trabalhava na manutenção da barragem, sobreviveu e sofreu uma luxação no ombro, além de escoriações na perna e na cabeça. Nivaldo Bueno de Camargo, 70 anos, natural de Taubaté-SP, morreu no acidente.

Segundo informações da prefeitura Delmiro Gouveia, os corpos de Heyder e Mizael chegaram ontem ao município e foram entregues aos familiares. Hoje, por volta de 11h, as vítimas foram sepultadas no cemitério da cidade.

Sobrevivente conta como escapou

Segundo Valdir Fernando, o alagoano que sobreviveu, o reparo na barragem acontecia há dois meses e era um "serviço de emergência". Na hora do acidente, ele percebeu o jato d'água quando estava embaixo da tubulação. "Não vi nada na hora. Acordei no carro da ambulância", relatou.

Em áudio enviado à filha, e que o TNH1 teve acesso, Valdir diz que conseguiu escapar porque tem experiência de mergulho. "Já viu uma panela de pressão? Nunca vi daquele jeito", descreveu Valdir.

"Eu não me desesperei, me peguei com Deus e saí devargazinho e Deus me deu fôlego para subir", contou no áudio. 

O acidente

O Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR) informou que o acidente ocorreu por volta das 16h30 dessa segunda-feira, quando os operários faziam testes operacionais na tomada d'água do reservatório. As causas do acidente estão sendo investigadas. No momento do acidente, 20 operários estavam no local.

Contudo, o órgão esclareceu em nota que "a população que vive nas proximidades da estrutura está segura e não corre riscos". 

A Prefeitura de Brejo Santo manifestou o "mais profundo sentimento de pesar e se solidariza com familiares e amigos das vítimas do acidente na Barragem do Atalho".