Esporte

Dana White veta McGregor de lutar no UFC Nova York

23/04/16 - 16h29 - Atualizado em 23/04/16 - 17h02

O presidente do UFC Dana White conversou com jornalistas e fãs nesta sexta-feira (22) e, devido à recente polêmica envolvendo a retirada de Conor McGregor do card de número 200, basicamente falou apenas sobre o astro irlandês. E apesar de garantir que o relacionamento entre eles está mais do que normal, o cartola afirmou que ‘The Notorius’ não fará parte do aguardado show de estreia em Nova York, em novembro.

Sem delongas, Dana garantiu de forma enfática que Conor não está em seus planos para o card em questão, e que ele deve lutar antes disso a depender de como José Aldo e Frankie Edgar se recuperarem do duelo que será travado em julho e valerá o título interino dos pesos-penas (66 kg).

“Conor provavelmente não irá lutar em Nova York. Depende do que acontecer com esses dois, como eles sairão da luta. Mas deve ser no UFC 202, ou algo assim”, narrou o cartola para surpresa dos presentes na arena do Hotel Cassino MGM, em Las Vegas (EUA).

Desta forma, fica claro que o próximo compromisso do irlandês será para defender seu título dos penas e que suas aventuras em categorias mais pesadas terão que esperar. E, caso ele não se apresente para encarar o dono do cinturão interino, seu posto de melhor do mundo será cassado.

“Se for assim, o cinturão ficará vago e qualquer um que vença essa luta [Aldo x Edgar] será o campeão”, garantiu Dana White, em claro ultimato para o irlandês, que meses atrás podia fazer o que bem entendesse.

“Todo mundo que já lutou no UFC nos últimos 16 anos sabe que a gente tenta não atrapalhar os lutadores. Mas todos sabem que você tem que comparecer para promover as lutas e fazer os comerciais. Faz parte do trabalho. E olha que a gente deu todas as oportunidades para o Conor estar aqui hoje”.