Alagoas

Em protesto, motoristas de app cobram linha de crédito e isenção do IPVA e ICMS

TNH1 com Rádio Pajuçara FM Maceió | 16/03/21 - 10h15 - Atualizado em 16/03/21 - 10h44
Hélio Goes/Rádio Pajuçara FM Maceió

Dezenas de motoristas de transporte por aplicativo se reuniram na frente da Assembleia Legislativa do Estado (ALE), no Centro de Maceió, na manhã desta terça, 16, para reivindicar pacificamente um auxílio do Governo para a categoria durante a pandemia.

O grupo cita que, na última semana, o pacote de socorro aos estabelecimentos comerciaisdivulgado pelo Estado, também pode contemplar os motoristas de aplicativo. A categoria cobra benefícios como: redução ou exclusão do pagamento de ICMS por três meses, a isenção do pagamento do IPVA para o carro dos motoristas, uma linha de crédito na Desenvolve no valor de R$ 4 mil com taxas de juros zero, com a metade desse valor sendo pago pelo Governo. 

O organizador do ato, o presidente da Associação dos Motoristas por Aplicativos do Estado de Alagoas (Ampaeal), Alex Felix, afirmou em entrevista à Rádio Pajuçara FM Maceió, que as medidas são importantes para diminuir o prejuízo financeiro dos condutores.

"Estamos com dificuldades, sofrendo com o aumento constante dos combustíveis, com as tarifas defesadas. Há uma diminuição das nossas corridas, por causa das restrições com a fase laranja na capital. E estamos na linha de frente, né? Ainda sem direito à vacinação e transportanto passageiros para os hospitais, para as UPAs...", disse Alex Felix.

O objetivo do grupo é ter um encontro com os deputados estaduais ainda hoje para apresentação das propostas, na tentativa de aprovação da ALE. Assim, os motoristas esperam ser incluídos no pacote de benefícios do Governo alagoano.

O TNH1 tentou contato com o Governo, mas até a publicação da matéria não obteve retorno.