Interior

Enfermeira morre de Covid-19 e colegas de trabalho prestam homenagem; veja vídeo

Redação TNH1 | 26/02/21 - 09h55 - Atualizado em 26/02/21 - 17h40
Arquivo Pessoal

A enfermeira Priscila Veríssimo, de 35 anos, não resistiu às complicações da Covid-19 e foi mais uma profissional de saúde vítima da doença em Alagoas. Ela trabalhava no Hospital Chama, em Arapiraca.

A morte da enfermeira foi confirmada na noite de quarta-feira (24) e o sepultamento aconteceu na manhã de quinta (25) no Cemitério São Francisco, sob forte comoção de familiares, amigos e colegas de trabalho. 

Veja vídeo:

Segundo informações do site Diário de Arapiraca, Priscila já havia contraído o vírus anteriormente e teria se reinfectado. 

Inicialmente foi informado ao TNH1 pela coordenadora de enfermagem do hospital que Priscila trabalhava, que ela tomou a primeira dose da vacina mas teria se recusado a tomar a segunda dose. A informação foi corrigida no começo da tarde desta sexta-feira pela Prefeitura de Arapiraca. De acordo com a prefeitura, após checagem no sistema nacional de imunização, foi constatado que a técnica em enfermagem se recusou a tomar a primeira dose, sendo assim, não houve nenhum tipo de imunização. 

Priscila era casada e mãe de uma criança de dois anos. 

Mais 472 casos no Estado, com novas dez mortes

O Boletim Epidemiológico da Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), de quinta-feira (25/02), confirmou mais 472 novos casos de Covid-19 em Alagoas. Dessa forma, o estado tem um total de 129.917 casos confirmados do novo coronavírus até o momento, dos quais 2.593 estão em isolamento domiciliar.

Outros 123.886 pacientes já finalizaram o período de isolamento, não apresentam mais sintomas e, portanto, estão recuperados da doença. Há 10.028 casos em investigação laboratorial.

Foram registradas dez mortes em território alagoano. Com isso, Alagoas tem 2.969 óbitos por Covid-19.