Brasil

Ex-comandante da PM de Alagoas é abordado com R$ 1,5 milhão em MG

TNH1 com TV Pajuçara | 18/07/19 - 07h25 - Atualizado em 18/07/19 - 08h51
Dinheiro em espécie encontrado no carro onde estava o ex-comandante | PRF

O ex-comandante geral da Polícia Militar de Alagoas, coronel Marcus Aurélio Pinheiro, e o subtenente reformado Esperon Pereira dos Santos, também de Alagoas, foram detidos na noite dessa quarta-feira (17) em Minas Gerais, com R$ 1,5 milhão em espécie, dentro de duas malas.

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal, que fez a abordagem aos militares, eles estavam em um carro alugado e passavam pela Rodovia Fernão Dias, em Itatiaiuçu, Região Metropolitana de Belo Horizonte, quando foram interceptados e demonstraram nervosismo. O subtenente dirigia o veículo enquanto o coronel seguia como passageiro.

Eles não possuíam comprovantes da origem do dinheiro e teriam se contradito ao explicar em que iriam usar o valor, mas informaram que seria destinado à compra de um imóvel em São Paulo. Os dois foram conduzidos à delegacia da Polícia Federal em Divinópolis, no Centro Oeste de Minas, que vai investigar o caso.

Segundo entrevistas concedidas pelo delegado Daniel Souza à imprensa local, os oficiais poderão ser indiciados por lavagem de dinheiro, com pena de até 10 anos de reclusão. Eles não estavam armados. O TNH1 ainda não conseguiu contato com o delegado.

Defesa nega prisão

A defesa do coronel Marcus Pinheiro informou por meio de nota que o oficial não foi preso, mas apenas abordado por policiais rodoviários federais quando acompanhava um comerciante que pretendia adquirir um imóvel de campo na região mineira.

O coronel afirma que foi contratado pelo comerciante para acompanhar a negociação do imóvel, que não emplacou. "A contratação terceirizada de segurança é um procedimento normal e dentro dos padrões da legalidade", declara a nota.

Ainda segundo a defesa, durante a abordagem, foi apresentado o contrato de compra e venda da propriedade, "deixando os fatos esclarecidos para as autoridades policiais". Pinheiro já está retornando a Maceió.

"