Geral

Garçom atropelado enquanto trabalhava ainda espera por cirurgia

11/04/16 - 15h58 - Atualizado em 11/04/16 - 16h38

Após exatos 16 dias internado com uma fratura de grandes proporções no fêmur, o garçom Almir Santana Cândido, que foi atropelado enquanto trabalhava, na madrugada do dia 27 de março, no Espetinho da Maria, na Serraria, ainda segue à espera da cirurgia ortopédica necessária para sua reabilitação.

Segundo a assessoria de comunicação do Hospital do Açúcar, o garçom não foi submetido ao ato cirúrgico porque o hospital aguarda o envio do material específico de prótese para o procedimento.

Leia  mais

Vídeo mostra o momento em que garçom de bar na Serraria é atropelado por cliente

Motorista que atropelou garçom é indiciado por tentativa de homicídio

Almir Santana Cândido foi socorrido com vida e internado na ala azul do Hospital Geral do Estado (HGE) no dia em que foi atropelado e transferido para a ala do HGE no Hospital do Açúcar no dia seguinte, 28 de março.

No Hospital no Açúcar, Almir Santana precisou receber doações de sangue, que seriam necessárias para abastecer o estoque para o paciente antes, durante e depois da cirurgia, que deveria ter acontecido no dia 31 de março.

De acordo com a assessoria, a previsão do fornecedor é de que o material chegue ao hospital nesta terça (12) e, se assim ocorrer, a cirurgia poderá ser realizada ainda esta semana.