Alagoas

Governo de Alagoas lança cartão CRIA, que vai doar bolsa de R$ 100 a famílias do CadÚnico

Redação TNH1 | 01/02/21 - 11h31 - Atualizado em 01/02/21 - 12h02
Reprodução/TV Pajuçara

O Governo de Alagoas lançou, na manhã desta segunda-feira (1º), o Cartão CRIA, que vai funcionar como uma bolsa mensal no valor de R$ 100 a todas as famílias inscritas no Cadúnico do estado, e que tenham filhos com idade até 60 meses, ou seja, crianças até 5 anos.

De acordo com o governador Renan Filho, com essa iniciativa o estado vai fazer um esforço para ajudar quem mais precisa. "Todas as famílias inscritas no Cadúnico vão ser contempladas com o programa, inclusive as que já recebem o Bolsa Família. Cada um vai ter que procurar o Cras [Centro de Referência da Assistência Social] do seu município para fazer o cadastramento e receber o cartão", explicou Renan Filho.

O programa de transferência de renda faz parte do Programa Criança Alagoana (CRIA), criado pelo Estado para garantir o desenvolvimento integral da primeira infância e coordenado pela primeira-dama do estado, Renata Calheiros.

A primeira-dama ressaltou a importância dos primeiros anos de vida das crianças e disse que, para as famílias serem contempladas, os filhos precisam estar com as vacinas em dia. “O propósito do CRIA é fazer uma transformação social, dando condições para o desenvolvimento integral das crianças. Estamos falando em resultados em longo prazo, mas com ações sólidas para o rompimento do ciclo de pobreza”, explicou Renata.

O Cartão CRIA será um auxílio financeiro pago mensalmente, através da Caixa Econômica, e que deverá ser destinado a compras de alimentos para garantir mais qualidade nutricional para gestantes e crianças. Neste primeiro momento, já foram cadastradas 9 mil famílias, com gestantes em sua composição, as quais já começarão a receber o benefício a partir de fevereiro.

De acordo com a Secretaria de Estado de Assistência e Desenvolvimento Social (Seades), gestora do cartão, o Governo do Estado quer alcançar cerca de 140 mil famílias cadastradas até o final de 2021.