Alagoas

Governo do Estado lança programa de transferência de renda para atender primeira infância em AL

Redação | 29/01/21 - 12h09 - Atualizado em 29/01/21 - 12h15

Um jardim para nutrir e proteger. A máxima de toda vida serve como metáfora perfeita para a primeira infância. É durante o período compreendido entre a gestação e os 6 anos de idade que a base da existência humana se assenta. Dada a importância, o tema foi certificado como política pública em Alagoas por meio da criação do Programa CRIA – Criança Alagoana, que desde 2018 se tornou a Lei Estadual nº 7.965.

Com o lançamento do Cartão CRIA na próxima segunda-feira (1º), a partir das 11h, no Centro Cultural e de Exposições, em Jaraguá, o Governo do Estado dá outro passo primordial no tratamento dado à matéria. Um avanço sem precedentes nos cuidados com o futuro das alagoaninhas e alagoaninhos menos favorecidos economicamente.

A proposta inédita de benefício vai atender com auxílio financeiro gestantes, bebês e crianças de famílias em situação de vulnerabilidade econômica e social. Uma vez cadastrados, aptos e habilitados, cada núcleo familiar receberá o recurso mensalmente. O acréscimo poderá proporcionar melhoria da qualidade nutricional das mamães e de sua prole durante o período considerado pelos especialistas como a “época de ouro”.

No primeiro momento, já foram cadastradas 9 mil famílias com gestantes, que começarão a receber o benefício a partir de fevereiro. O Governo estima alcançar cerca de 140 mil famílias de baixa renda até o final deste ano.

Com a concessão, a gestão pública pretende oferecer condições que minimizem a insegurança alimentar, atenuem o desamparo social e estimulem o desenvolvimento saudável. Mente sã em corpo são, diz o provérbio. São e salvo – salvo da desnutrição, do abandono e da falta de proteção, carinho e amor.

"O impacto que o cartão terá certamente será muito positivo ao desenvolvimento da primeira infância em Alagoas, melhorando uma série de indicadores de assistência e saúde", adiantou a primeira-dama, Renata Calheiros, coordenadora do CRIA.

Melhor ainda saber que as ações não cessam com o pagamento do benefício. Estão previstas a execução de atividades continuadas de assistência, capacitação e monitoramento da gestante, do bebê, da criança e de toda a família.

Compromisso de todos

O Cartão CRIA é a última novidade de uma iniciativa maior e mais abrangente. Na ocasião do evento, também será lançado o Guia de Implementação do Programa – disponível para download no site do www.ecria.com.br – com informações que apresentam, fundamentam e explicam o Programa CRIA – Criança Alagoana em detalhes. 

Fruto de esforço coletivo, o CRIA foi concebido e é planejado e executado a partir da articulação entre um Cômite Intersetorial coordenado pela primeira-dama de Alagoas, Renata Calheiros, e técnicos e profissionais das secretarias de Estado da Saúde (Sesau), da Educação (Seduc) e da Assistência e Desenvolvimento Social (Seades).

As melhoras concretas e significativas nos principais indicadores relacionados à primeira infância em Alagoas confirmam a eficácia dos investimentos. Realizações que tornaram o Estado exemplo e referência nacional. O compromisso dos municípios tem sido e sempre será fundamental. Cabe às secretarias associadas à primeira infância a missão de gerenciar o programa em diversas de suas múltiplas dimensões, incluindo orientar a família e a comunidade para exercer um protagonismo tão desejado, quanto necessário.