Televisão

Iozzi volta a cutucar jornalismo da Globo e clima fica insustentável

20/04/16 - 16h04 - Atualizado em 20/04/16 - 16h15
Diário MS

A Globo não vem gostando nada das críticas que Mônica Iozzi vem fazendo ao jornalismo na casa nas redes sociais. Mas ela não para.

Iozzi vem usando o Twitter e o Instagram para alfinetar a posição de alguns veículos de comunicação. “Meu Deus!!! Que momento triste vivemos. Como estamos equivocados, cegos. Somos um povo que se informa apenas por manchetes do JN”, escreveu ela

“Não aprovo governo, não aprovo oposição. Acho a mídia tendenciosa. Não me sinto bem informada, nem representada por ninguém. E agora, José?”, disse em outra publicação.

Na madrugada desta terça-feira (18), Monica, que saiu do “Vídeo Show” recentemente e se prepara para protagonizar a série “Vade Retro”, voltou a criticar o trabalho da imprensa:

“Ver Michel Temer já se comportar como presidente é nojento, mas esperado. Revoltante é a imprensa já analisar os “possíveis” ministros”.

Detalhe: os comentaristas políticos da Globo e de outras emissoras passaram o dia falando sobre o vice-presidente Michel Temer (PMDB) e os possíveis ministros que ele pode recrutar caso assuma a presidência no lugar de Dilma.

Ontem (18), um jornalista da Globo disse ao blog que a direção pretende brecar Iozzi, mas não sabe como fazer sem parecer censura.

O problema não envolve só a ex-apresentadora do "Vídeo Show"

Vários contratados da Globo têm demonstrado nas redes sociais insatisfação com a atual cobertura política de veículos do grupo e apoiam o governo Dilma Rousseff.

Ao mesmo tempo, há quem não defenda a presidente, mas um noticiário que atinja todos os investigados por corrupção.

Um vídeo realizado pela TV Poeira colocou o nome da emissora numa lista de corruptos e gerou desconforto.

Isso ocorre porque contratados da Globo, como o ator Tonico Pereira (que esteve em A Regra do Jogo), aparecem nas imagens dando depoimentos.