Justiça

Justiça condena três mulheres por tentar entrar em presídio com drogas em sandálias

Ascom TJ | 15/07/19 - 14h02 - Atualizado em 15/07/19 - 14h17
Sindapen/Arquivo TNH1

O juiz Antônio José Bittencourt Araújo, da 11ª Vara Criminal de Maceió, condenou três mulheres por tráfico de drogas. De acordo com a sentença, elas tentaram entrar no Presídio de Segurança Máxima da Capital portando maconha e cocaína escondidas em sandálias.

A decisão está no Diário da Justiça Eletrônico desta segunda-feira (15). Thayná Sthefane Silva dos Santos, Érica Paes Alexandre e Ana Cristina da Silva foram presas em flagrante durante a revista feita na entrada do presídio, em 12 de janeiro de 2019.

De acordo com os autos, a agente penitenciária responsável pela revista percebeu que a sandália tipo Havaianas pertencente a Thayná estava como a espessura maior que o normal. 

Thayná assumiu que levava as substâncias para o companheiro, e avisou que Érica também estava com drogas. Érica afirmou que recebeu as sandálias de Ana, que confessou ter repassado os calçados. Ao todo, foram apreendidos 25g de maconha e 3g de cocaína.

Ana Cristina deve cumprir pena de 5 anos e 10 meses de reclusão, em regime inicialmente semiaberto.

As penas de Érica e Thayná foram estabelecidas em 1 ano, 11 meses e 10 dias, no entanto, foram substituídas por prestação de serviços à comunidade e obrigação de “recolher-se à Casa do Albergado ou outro estabelecimento adequado, aos sábados e domingos, por cinco horas diárias, em horários estabelecidos pelo Juiz da execução”.