Gente Famosa

Luana Piovanni decide deixar o Brasil com a família: "Tenho medo da violência"

17/07/18 - 07h07 - Atualizado em 17/07/18 - 07h17
Reprodução / Instagram

Luana Piovani decidiu se mudar para Portugal para fugir da violência no Brasil. A atriz começou a mudança para a Europa com a família e respondeu perguntas de fãs em seu canal do Youtube nesta segunda-feira (16).

A mulher de Pedro Scooby disse que não teme ficar sem emprego no exterior: "Se precisar, vou vender roupa em loja e feliz da vida, vou na porta da escola vender um bolo... Só de não ter que ter medo de morrer de bala perdida... Estou atrás de dignidade"

Luana Piovani iniciou a mudança para Portugal com o marido, Pedro Scooby, e os filhos, Dom, Bem e Liz. Em seu canal do Youtube, nesta segunda-feira (16), a atriz detalhou os planos e contou que esteve no país recentemente para procurar uma casa para alugar: "Estou ansiosa porque é uma mudança muito grande. Vou começar a mudar agora. Já estou organizando o "desfazimento" de tralha. Não sei se vou ter esse espaço na casa de lá". A artista, no elenco do filme "Essa é a Mina", disse que não teme ficar sem trabalho na Europa: "Se precisar, vou vender roupa em loja e feliz da vida, vou na porta da escola vender um bolo... Só de não ter que ter medo de morrer de bala perdida... Estou atrás de dignidade".

ATRIZ FARÁ BAZAR COM ITENS QUE NÃO LEVARÁ: "MÓVEIS, ROUPAS, OBJETOS"

A youtuber disse que está separando o que vai levar para o país e fará um bazar com itens que ficarem de fora da viagem: "Já vou ver quais os móveis que quero mesmo levar. É uma trabalheira, mas pelo menos tenho esses cinco meses. Vou fazer um bazar no final do ano de móveis, roupas e objetos". O guarda-roupa da famosa sofrerá uma redução para a mudança: "Quero levar um terço do meu closet. Esses vestidinhos cariocas, que eu tenho uns 270, vou levar 15."

FILHOS MOTIVARAM MUDANÇA DA ARTISTA: "VIOLÊNCIA CHEGANDO PERTO"

Com medo da violência no Brasil, Piovani instalou câmeras de segurança em casa e disse recentemente que a mudança para Portugal foi motivada pelos filhos: "Tive vontade de sair do Brasil porque tive filhos e percebi que a violência está chegando bem perto de mim e deles. Fiquei imaginando a vida dele maior, na pré-adolescência. Eu a vida inteira fui na casa das minhas amigas, andava de bicicleta, passeava. Como vai ser? Aquele garoto que só anda de carro blindado, de bicicleta dentro do condomínio, não pode ir pra praia de bike?. Eu quero que ele ande de ônibus, quero dar asas para o meu filho. Não quero que seja o garotinho de classe média alta que vive dentro de uma bolha. Esse é o motivo mais forte".