Maceió

Mãe e filho sobreviventes de atropelamento em Massagueira seguem estáveis, diz HGE

TNH1 | 10/05/22 - 09h27 - Atualizado em 10/05/22 - 09h47
Vítimas seguem internadas no HGE | Itawi Albuquerque/TNH1

Dayane Vital da Silva, de 39 anos, e o filho de apenas dois anos, vítimas de atropelamento na AL-101 Sul, em Massagueira, no município de Marechal Deodoro, permanecem internados no Hospital Geral do Estado (HGE), em Maceió. Eles deram entrada na unidade de saúde na noite do último domingo, 8.

O boletim médico divulgado pela assessoria do hospital, na manhã desta terça, 10, mostra que a mulher está internada na Área Vermelha, enquanto o menino continua em observação na Pediatria. "Eles chegaram neste domingo (8), aproximadamente às 19h, após sofrerem um atropelamento na AL-101 Sul e ambos os quadros de saúde são considerados estáveis", diz o comunicado.

Dayane e dois filhos, de 6 e 2 anos, foram atingidos por um veículo desgovernado enquanto se deslocavam para a casa de um parente, no povoado Barra Nova. O filho mais velho de Dayane, identificado como João Bernardo, não resistiu aos ferimentos e morreu a caminho do hospital.

O motorista chegou a ser detido pela polícia e encaminhado à Central de Flagrantes, porém as forças de segurança ainda não informaram se o condutor permaneceu recluso ou foi liberado. 

Família diz que motorista invadiu canteiro - O cunhado de Dayane, em entrevista ao repórter Bruno Protasio, da TV Pajuçara, afirmou que a mulher saiu de Massagueira com os filhos para ir até o povoado Barra Nova, onde visitariam a avó das crianças. Ao tentar atravessar a rodovia, em um primeiro momento, ela teria passado por uma das pistas e permaneceu no canteiro, à espera de uma oportunidade para ir para o outro lado. 

Nesse momento, o motorista do veículo, de modelo não identificado, teria invadido o canteiro e acertado os três. Com o impacto, as vítimas foram arremessadas por metros e caíram na pista, no sentido Maceió/Massagueira. A sandália de Dayane foi encontrada no asfalto, assim como havia mancha de sangue.