Interior

Manifestantes fecham BR-316, em Atalaia, para cobrar fornecimento de água

TNH1 | 22/02/21 - 10h58 - Atualizado em 22/02/21 - 11h30
Cortesia BPRv

Um grupo de manifestantes fechou os dois sentidos da BR-316, em Atalaia, na manhã desta segunda, 22, para cobrar o retorno do fornecimento de água no Acampamento Marielle Franco. O Movimento Sem Terra (MST) destacou que o abastecimento foi impedido na localidade.

De acordo com a polícia, os manifestantes usaram pneus para bloquear a pista e carregaram baldes vazios com as mãos. Eles solicitaram o apoio das autoridades e também cobraram a chegada de um carro-pipa para minimizar a situação.

A Polícia Rodoviária Federal (PRF), o Batalhão de Polícia Rodoviária (BPRv) e a 4ª Companhia Independente da PM enviaram equipes para o local do protesto.

Em nota, a prefeitura de Atalaia comunicou que já foi feito um Boletim de Ocorrência com o objetivo de remanejar as famílias presentes para outro local, já que a ocupação acontece de maneira irregular e o terreno vai ser utilizado para sediar uma empresa no município.

A gestão também destacou que a parte do terreno está sem água e que o carro-pipa está quebrado, com a necessidade de construção de poços. Veja abaixo na íntegra:

A Prefeitura Municipal de Atalaia vem por meio de nota esclarecer a denúncia de despejo contra algumas famílias. A Prefeitura reforça que foi feito um boletim de ocorrência para que 15 famílias que estão no distrito industrial sejam remanejadas para outro local (que fica no mesmo distrito), já que atualmente, essas 15 famílias ocupam o local de maneira irregular e o terreno será sede de uma empresa que vai ofertar 400 empregos para a cidade.

Esta parte do terreno encontra-se sem água e depende de carro-pipa que está quebrado, sendo necessário que se construa poços. A gestora Ceci Rocha relembra que as deputadas estaduais Angela Garrote e Fátima Canuto contemplaram Atalaia com poços, e que reforça que o Assentamento Marielle Franco será beneficiado.

A prefeita Ceci Rocha explicou pessoalmente às famílias do Acampamento Marielle Franco - por diversas vezes - a importância deles serem remanejados visando a melhoria para as famílias, assim como toda população de Atalaia com a chegada da empresa que vai levar emprego e renda para a cidade, inclusive para os próprios membros do Assentamento que também serão beneficiados com cursos da própria empresa.

A gestora também enfatiza que entregou ontem 300 cestas básicas para os assentamentos São Pedro e São José, São Luiz e Flor da Serra. A Prefeitura de Atalaia reforça seu compromisso com a população, valoriza a luta do campo e trabalha diariamente para o bem de todos.