Alagoas

Matéria especial: violência contra a mulher aumenta na Pandemia

TNH1 com TV Pajuçara | 14/09/21 - 12h59 - Atualizado em 14/09/21 - 13h52
Foto: Freepik

Você certamente já ouviu relatos ou presenciou algum ato de violência contra a mulher, mas você sabe o que fazer no caso de ser vítima ou como orientar quem esteja passando por esse problema? Neste período da pandemia de Covid-19, quando as pessoas foram obrigadas a ficar mais tempo em casa, os casos dispararam. São milhares de alagoanas agredidas por algum homem, na maioria, namorados ou esposos.

Reportagem especial da nova integrante do Cidade Alerta Alagoas, jornalista Beatriz Lacerda, trouxe os últimas números da violência contra a mulher no estado, e também boas notícias, mostrando iniciativas de acolhimento e apoio às vítimas.

Beatriz Lacerda e a produção da TV Pajuçara/Record TV, foram buscar os dados oficiais e conheceram mais de perto trabalhos como o da Patrulha Maria da Penha, que acompanha cerca de 800 mulheres de Alagoas que foram vítimas de violência, e a Casa da Mulher, do Poder Judiciário, onde é possível pedir ajuda e receber atendimento multidisciplinar, além de acolhimento de até 24 horas se não tiver para onde ir após formalização da denúncia. Destaque também para iniciativas da sociedade civil que reforçam essa rede apoio, a exemplo da Associação AME, que acolhe mulheres vítimas de violência e presta atendimento emergencial.

"Apesar de termos uma lei tão importante, que é a Maria da Penha, essas cenas de agressões e violência se repetem. Desde a semana passada, a gente se debruçou para entender como está a rede de apoio para essas mulheres em Alagoas", frisou a repórter. Sobre a nova casa ela agradeceu a recepção e frisou que chega para somar. "Venho de Pernambuco, estado vizinho, para somar minha experiência a esse grande time que faz a TV Pajuçara. Tenho somente um pedido ao povo alagoano: abram as portas de casa para mim, tenho certeza que vamos nos encontrar muito", disse.

Veja matéria completa:

Beatriz Lacerda é jornalista há nove anos, com formação na Universidade Católica de Pernambuco (Unicap) e passagem em três das quatros principais emissoras de Pernambuco, a TV Guararapes (Record TV), a TV Tribuna (Band)  e TV Jornal (SBT).