Interior

Ministério Público vai investigar show que teria sido promovido por Prefeitura do interior de AL

TNH1 | 09/09/21 - 08h57 - Atualizado em 09/09/21 - 09h38
Reprodução

O Ministério Público de Alagoas (MPAL) instaurou notícia de fato para investigar uma festa que teria sido promovida pela Prefeitura de Ouro Branco, município do Sertão alagoano, no feriado do Dia da Independência, com ausência de protocolos de segurança de combate à Covid-19. O evento teve show aberto para o público, com a presença de atrações musicais, e registrou descumprimento de medidas sanitárias contidas dos decretos municipais e estaduais.

Imagens compartilhadas nas redes sociais da prefeita Denyse de Dona Telma (PSB) mostram a comemoração com aglomeração de pessoas, sem o uso de máscara de proteção e sem distanciamento social. Em um dos vídeos, a prefeita aparece no palco, junto com a cantora contratada para o evento. Após aproximadamente 24 horas, Denyse apagou as postagens e ainda não se pronunciou sobre a festa. Assista:

Um banner também chegou a ser divulgado na rede social da cantora, convidando o público a comparecer na praça central da cidade a partir das 19h e pedindo o uso de máscara, o que não foi visto no período da confraternização, por grande parte do público.

O promotor de justiça Kleytionne Souza, por meio da assessoria de comunicação do MPAL, disse que já oficiou à gestora da cidade para que fossem prestadas as informações devidas sobre o evento. O Comando de Policiamento do Interior também confirmou que vai abrir investigação preliminar, a fim de que seja apurada as possíveis responsabilidades, no que diz respeito a não intervenção e/ou atuação do policiamento local, em razão ainda, das normas sanitárias em vigor.

A reportagem entrou em contato com a assessoria de Ouro Branco e foi informada de que uma nota oficial será emitida ainda esta manhã. A matéria será atualizada assim que  o posicionamento do Município for recebido.