Interior

MP vai investigar ônibus escolares em Flexeiras

08/08/18 - 16h46 - Atualizado em 08/08/18 - 17h54
Ônibus estava em movimento no momento em que a peça de ferro se soltou | Alberto Lima / TV Pajuçara

Após a morte da servidora pública Vera Lúcia Marcolino dos Santos, de 40 anos, na última terça-feira (07), o promotor de Justiça do Ministério Público Estadual de Alagoas (MPE-AL), Paulo Barbosa, decidiu instaurar um inquérito civil para investigar a situação dos transportes escolares no município de Flexeiras.

Vera Lúcia morreu após ser atingida pelo suporte da roda que se desprendeu de um ônibus escolar que estava em movimento e acertou a cabeça da mulher. Com o impacto do golpe, provocado pela peça de ferro, a vítima foi arremessada para dentro de um supermercado, que foi fechado após o acidente.

Um dos pontos que o MPE-AL deve acompanhar é sobre os procedimentos de manutenção dos veículos. A assessoria de comunicação da Prefeitura de Flexeiras informou à imprensa que o carro trafegava em velocidade adequada para o local, pois passava por uma via no Centro da cidade. 

As causas do acidente serão investigadas pela Polícia Civil.

Outro caso de acidente com ônibus escolar

Em março de 2017, dois ônibus com estudantes universitários residentes nas cidades de Junqueiro e Teotônio Vilela bateram frontalmente, em São Sebastião. Cinco pessoas morreram e 45 pessoas ficaram feridas. Na ocasião, o MPE-AL também investigou o modo que os veículos estavam sendo conservados no município.