Maceió

Mulher baleada em atentado em Paulo Jacinto passa por cirurgia de emergência

TNH1 | 06/08/22 - 10h44
Reprodução/Instagram

Lérida Lobo Gomes Vitorino, de 49 anos, a presidente de ONG e pré-candidata à deputada federal por Alagoas que foi baleada em um atentado no município de Paulo Jacinto, na última quinta-feira, 4, foi submetida a um novo procedimento cirúrgico de emergência no hospital particular onde está internada em Maceió. A informação foi passada pela equipe que cuida da rede social da vítima, na manhã deste sábado, 6.

"Na madrugada de hoje nossa presidente do Anjinhos de Quatro Patinhas, Lérida Lôbo, precisou passar por mais uma cirurgia vascular de emergência. Graças a Deus e aos médicos que a operaram, ela passa bem e sem riscos", informou a publicação no Instagram de Lérida. O hospital particular não se pronunciou oficialmente sobre o quadro clínico da paciente.

Lérida foi transferida do Hospital Geral do Estado (HGE) para a unidade de saúde particular no início da tarde de sexta-feira. No HGE, a mulher havia passado por uma cirurgia no braço por causa dos ferimentos causados por arma de fogo. Ela havia dado entrada no hospital de urgência e emergência às 19h48 de quinta e o estado de saúde havia permanecido estável. 

Ela e o companheiro José Adilson da Silva, de 24 anos, foram surpreendidos por criminosos em carro e em moto, e atingidos por tiros no momento em que deixavam a ONG no dia 4 de agosto. Os dois foram socorridos e levados ao hospital da cidade, porém o homem não resistiu à gravidade dos ferimentos e faleceu no mesmo dia.

Investigações - Na tarde desta sexta-feira (05), a Polícia Civil (PC) descartou que a morte de José Adilson, de 24 anos, e a tentativa de homicídio contra Lérida Lobo Gomes Vitorino,  de 49 anos, tenha sido motivado por política. De acordo com o delegado Thales Araújo, trata-se de um crime de ódio, motivado por uma vingança contra José Adilton, que é conhecido na região como "Galeguinho".

"Os três envolvidos são irmãos e tudo indica que a motivação foi vingança, diante da suspeita de que o namorado da pré-candidata teria envolvimento com o homicídio do pai deles", adiantou o delegado acrescentando que não há provas da participação do jovem no crime.

Dois suspeitos do ataque morreram depois de tiroteio com policiais no interior alagoano. Um terceiro suspeito conseguiu fugir e segue foragido.

Vídeo mostra perseguição - Imagens de uma câmera de segurança flagraram o momento em que um veículo cinza persegue o carro em que estava a pré-candidata à deputada federal, Lérida Lobo Gomes Vitorino e o companheiro dela, José Adilson da Silva, em uma rua no município de Paulo Jacinto, Agreste do Estado, nessa quinta-feira, 04.

As imagens registradas foram divulgadas pela Secretaria de Segurança Pública de Alagoas (SSP-AL), na tarde desta  sexta-feira, 05. De acordo com a SSP, no interior do veículo cinza, flagrado nas imagens, estariam os suspeitos de atirarem contra Lérida Lobo Gomes Vitorino e José Adilson da Silva.