Alagoas

'Não há nenhuma possibilidade de voltarmos a fechar o comércio', garante secretário de Saúde

Gilson Monteiro com Rádio Pajuçara FM | 26/11/20 - 10h27 - Atualizado em 26/11/20 - 18h08

Uma reunião realizada na manhã desta quinta-feira, 26, entre o Secretário de Saúde, Alexandre Ayres, e representantes do setor produtivo ajudou a esclarecer uma informação cada vez mais compartilhada de um possível fechamento do comércio após o  término do período eleitoral.

Após conversar com representantes do comércio, indústria, bares e restaurantes, Ayres conversou com a imprensa e foi enfático ao negar um possível fechamento. "Não há nenhuma possibilidade de voltarmos a fechar o comércio, bares, restaurantes oui fábricas. Podem ficar tranquilos", garantiu o secretário.

"A saúde de Alagoas está vigilante, estamos priorizando o salvamento de vidas. Por isso hoje apresentamos o atual cenário epidemiológico da Covid-19 em Alagoas para esse setor tão importante", completou Ayres.

O boato de um fechamento do comércio em Alagoas se espalhou após outras capitais, como Belo Horizonte, apontarem para a possibilidade de voltar a fechar às portas.

Ouça a entrevista do secretário à Rádio Pajuçara FM 103,7:

Aumento de casos em Maceió - outro ponto que incentivou o receio da população é a previsão de aumento de casos de covid-19 na capital. 

Em reportagem do TNH1 da última segunda-feira ,23, informações do Observatório Alagoanos de Políticas Públicas Para o Enfrentamento a Covid-19, da Universidade Federal de Alagoas (Ufal), as cidades de Maceió e Arapiraca seguem apresentando tendência de aumento de casos do novo coronavírus. 

Outro dado importante veio da Função Oswaldo Cruz (Fiocruz). Segundo o monitoramento da instituição, Maceió é a terceira capital do Brasil com "sinal forte de crescimento" de casos síndrome respiratória aguda grave (SRAG). O mais recente levantamento da Fundação alertou para um aumento de casos da síndrome em todo o Brasil, onde Alagoas aparece com "tendência de aumento para metade das macrorregiões de saúde". Leia matéria completa