Polícia

Preso por fazer reféns em assalto já responde por roubos em Aracaju-SE

Bruno Soriano | 19/10/21 - 17h03 - Atualizado em 19/10/21 - 17h23
Imagem divulgada pela Polícia Civil de Sergipe mostra suspeito durante assalto a farmácia em Aracaju | Divulgação PC-SE

O homem preso na manhã desta terça-feira (19) após fazer reféns durante assalto a uma farmácia no bairro do Farol, em Maceió, já responde por pelo menos dois roubos a estabelecimento comercial do tipo no estado vizinho de Sergipe.

De acordo com a Polícia Civil, o suspeito já era procurado por crimes cometidos no último mês de setembro e neste mês de outubro, em Aracaju, onde os casos são investigados pela Coordenadoria de Polícia Civil da Capital (Copcal).

No último dia 09 de outubro, inclusive, a delegada Nalile Castro pediu, por meio de publicação no site oficial da Polícia Civil de Sergipe, o apoio da população para identificar e localizar o suspeito, disponibilizando imagens captadas por câmeras de um dos estabelecimentos roubados.

Já o crime cometido na capital alagoana será investigado pelo delegado Francisco Amorim Terceiro, que busca confirmar informações como a possível participação de um comparsa, por exemplo.

Ao todo, o suspeito rendeu 10 pessoas, entre funcionários e clientes da drogaria - um deles, inclusive, relatou ao TNH1 os momentos de tensão. Todos foram obrigados a se dirigir a uma sala do estabelecimento. Um guarda municipal de São Miguel dos Campos, porém, iniciou uma negociação com o suspeito, que portava um revólver calibre 22, municiado.

O homem de 35 anos foi rendido 20 minutos após a chegada de militares do Batalhão de Operações Especiais (Bope). Com ele, a polícia apreendeu, além da arma de fogo, quase R$ 3 mil em espécie, um desodorante, um sabonete líquido e um aparelho de telefone celular.