Mercado de Trabalho

Saiba quais são os 15 empregos em alta para 2021, segundo o LinkedIn

Site Quero Bolsa | 05/03/21 - 15h14 - Atualizado em 05/03/21 - 15h22

Analisando o crescimento e a demanda de cada área, o LinkedIn listou 15 principais categorias de empregos que impulsionarão o mercado de trabalho brasileiro em 2021, com destaque para a ascensão das áreas de telemarketing, marketing digital e e-commerce no Brasil. Confira! 

1. Médicos especializados

Em 2020, com o aumento exponencial dos casos de Covid-19, os profissionais da saúde foram mais que necessários no combate à pandemia. Um dos exemplos da alta demanda são as contratações de enfermeiros de terapia intensiva, que registraram um crescimento recorde de 820% em relação à 2019, de acordo com o LinkedIn.

Cargos comuns: enfermeiro(a) de terapia intensiva, enfermeiro(a) de saúde pública, enfermeiro(a) de pronto-socorro, clínico geral, fisioterapeuta, farmacêutico(a), médico(a) e especialista clínico.

Principais competências: enfermagem em terapia intensiva, farmácia clínica, medicina, fisioterapia, terapia ocupacional e biologia.

2. Cargos em tecnologia

Na análise do LinkedIn, a tecnologia foi a categoria que se mostrou à prova da pandemia e manteve crescimento constante no ano anterior. Se adaptando bem ao novo cenário, essa área a que mais abriu abriu vagas remotas dentre as áreas em alta.

Cargos comuns: engenheiro(a) de software, desenvolvedor(a) de backend, desenvolvedor(a) de jogos, desenvolvedor(a) de frontend, consultor(a) de design de produto, designer de interface do usuário, desenvolvedor(a) de web e analista de segurança cibernética.

Principais competências: Git, Unity, JavaScript, React.js, Scrum, design de experiência do usuário (UED), SQL, design de interface do usuário e Cascading Style Sheets (CSS).

3. Farmacêuticos e pesquisadores

A busca pela vacina contra a Covid-19 movimentou o mercado farmacêutico e de pesquisa no Brasil e no mundo. Por aqui, organizações de pesquisa como o Instituto Butantan, o IQVIA e o PRA Health Sciences estão entre as empresas que mais contrataram em 2020.

Cargos comuns: técnico(a) em medicina, cientista de laboratório médico e assistente de laboratório.

Principais competências: monitoramento clínico, boas práticas clínicas (BPC), boas práticas de laboratório (BPL), pesquisa clínica, bioquímica, hematologia e 5S.

4. Cargos em vendas e desenvolvimento de negócios

Para sobreviver às mudanças causadas pela pandemia, as empresas precisaram se reinventar. Nesse novo cenário, aumentou a demanda por profissionais qualificados para orientar empresas e clientes a tomar decisões de investimento estratégico, como diretores executivos, especialistas em vendas e diretores de vendas.

Cargos comuns: especialista em vendas, gerente de vendas, assistente operacional de vendas.

Principais competências: negociação, gestão comercial, e-commerce, pré-vendas, planejamento de negócios, negociação, gestão de vendas. 

5. Especialistas em E-commerce

Com o fechamento do comércio físico, a busca pelo comércio eletrônico aumentou - e muito. Em resposta à nova demanda, a contratação de profissionais especialistas em e-commerce para cargos de logística e marketing digital aumentou 43% em relação ao ano passado, conforme a pesquisa.

Cargos comuns: diretor(a) de cadeia de suprimentos, técnico(a) em logística, analista de estoque, operário(a) de estoque, gerente de e-commerce, analista de e-commerce.

Principais competências: e-commerce, gerenciamento de logística, produtos SAP, operações de depósito, controle de estoque e gerenciamento da cadeia de suprimentos.

6. Profissionais autônomos de conteúdo digital

O engajamento por vídeo e mídias sociais disparou na quarentena. Aproveitando a onda, diversas empresas investiram na contratação de coordenadores de conteúdo e editores de vídeo para marcar presença no meio on-line. Nessa categoria, as contratações tiveram aumento de 74%. Além disso, a pesquisa também registrou que muitos redatores e editores transitaram para novas funções de conteúdo digital, como coordenadores de conteúdo.

Cargos comuns: podcaster, YouTuber, coordenador(a) de conteúdo e editor(a) de vídeo.

Principais competências: experiência em podcasts, YouTube, marketing digital e edição de vídeos.

7. Especialistas em marketing digital

Outra categoria que se beneficia do crescimento do consumo de conteúdo on-line é a de gestão de mídias sociais e marketing digital. O relatório ainda destacou a transição de muitos assistentes administrativos e jornalistas para cargos de gerente de marketing de mídias sociais e o aumento pela busca por especialistas em desenvolvimento e produtor de conteúdo, focados em alternativas inovadoras ao marketing tradicional.

Cargos comuns: gerente de mídias sociais, especialista em estratégias de posicionamento, consultor(a) de marketing digital, produtor(a) de conteúdo e redator(a) para experiência do usuário.

Principais competências: marketing de influência, marketing digital, growth hacking, experiência de usuário (UX), mídias sociais, Search Engine Optimization (SEO).

8. Profissionais de finanças

Num ano de tanta turbulência no mercado econômico e financeiro, a experiência dos profissionais financeiros, de consultores e executivos, foi muito procurada. No Brasil, o banco Itaú Unibanco e a corretora XP Investimentos se destacaram nas contratações de assessores financeiros.

Cargos comuns: diretor(a) financeiro(a), corretor(a) de ações, consultor(a) de serviços financeiros, contador(a), supervisor(a) de contas a receber e bancário(a).

Principais competências: serviços bancários, negociação, planejamento de negócios, investimentos, finanças corporativas, mercado de capitais e análise financeira.

9. Telemarketing

Na área do telemarketing, as contratações cresceram 67% em 2020, principalmente de pessoas jovens e com título de bacharel. A pesquisa também constatou uma grande migração de cargos como caixa e vendedor para posições de telemarketing.

Cargos comuns: representante de telemarketing, operador(a) de telemarketing e especialista em telemarketing.

Principais competências: telemarketing, atendimento ao cliente, vendas, etiqueta ao telefone.

10. Cargos de apoio a saúde

Além da busca por médicos, a pandemia também aumentou a demanda por profissionais de apoio à saúde qualificados, que devem continuar sendo requisitados em 2021. A categoria registrou um crescimento de 64% nas contratações, com destaque para os cargos de balconista de farmácia e encarregado médico

Cargos comuns: assistente de farmácia, consultor(a) de saúde, gerente de operações clínicas, encarregado(a) médico(a), coordenador(a) médico, assistente de saúde.

Principais competências: experiência em farmácia e com medicamentos, funções de recepcionista, atendimento ao paciente, análises clínicas e gestão de saúde.

11. Serviços criativos

Como reflexo da redução de orçamentos na área de marketing, a pesquisa revelou um aumento da busca por profissionais autônomos, de escritores a ilustradores, para trabalhar com base em projetos. Para cargos de ilustradores, por exemplo, houve um aumento de 67% no número de contratações entre 2019 e 2020.

Cargos comuns: ilustrador(a), artista 3D, redator(a), figurinista e designer gráfico.

Principais competências: ilustração, arte, ZBrush, jornalismo, design gráfico, modelagem 3D, redação, Adobe Illustrator.

12. Análises de dados

De acordo com o relatório do LinkedIn, os cargos de análise de dados mantém o crescimento constante dos últimos anos. Com a necessidade de migrar as operações de negócios para o ambiente digital e garantir a eficiência de processos de dados, cargos de engenheiro de dados e analista de desempenho foram altamente demandados.

Cargos comuns: engenheiro(a) de dados, analista de dados, analista de desempenho e analista de validação.

Principais competências: Apache Spark, Hadoop, SQL, Python, ciência de dados, Tableau e Google Analytics.

13. Cargos de sucesso de clientes

No último ano, para manter o suporte aos clientes, as empresas tiveram que inovar e migrar para métodos virtuais. No setor de cargos de sucesso de clientes, as contratações cresceram 37% de 2019 a 2020, com destaque para a migração de profissionais de cargos de caixa e recepcionista para a área. No Brasil, o Mercado Livre foi uma das empresas que mais contratou gerentes de experiência e atendimento ao cliente. 

Cargos comuns: atendimento ao cliente, líder de equipe de atendimento ao cliente, especialista em central de atendimento, gerente de sucesso do cliente, parcerias estratégicas e gerente de experiência do cliente.

Principais competências: atendimento ao cliente, experiência do cliente, negociação, planejamento de negócios, liderança de equipe e central de atendimento.

14. Profissionais do setor de varejo

Seguindo a tendência de crescimento do e-commerce, o setor varejista também registrou maior procura por profissionais para redirecionar estratégias, migrar as operações para o meio on-line e lidar com o suporte ao cliente. 

Cargos comuns: especialista em varejo e especialista em merchandising.

Principais competências: vendas no varejo, merchandising, vendas, atendimento ao cliente e marketing.

15. Especialistas em saúde mental

A pandemia do novo coronavírus não afetou somente a saúde física da população. Os impactos negativos da doença abalaram também a saúde mental de muitas pessoas. Em 2020, as contratações de especialistas em saúde mental aumentaram 34% - em sua maioria, profissionais do sexo feminino.

Cargos comuns: psicoterapeuta e psicólogo(a) clínico(a).

Principais competências: psicoterapia, psicologia, psicologia de aconselhamento e saúde mental.