Polícia

Suspeito de assassinar menor a machadadas é preso no Ouro Preto; veja vídeo

TNH1 com Assessoria | 10/03/21 - 07h30 - Atualizado em 10/03/21 - 08h24
Arquivo

Um dos suspeitos de participar da execução de João Gabriel Olímpio Silva Pinheiro, de 17 anos, em janeiro deste ano, foi preso pela Polícia Civil de Alagoas, na tarde dessa terça-feira (9). T.S.C, de 22 anos, foi detido em via pública, no bairro do Ouro Preto. Ele é apontado como o líder do grupo criminoso que praticou o homicídio.

De acordo com a polícia, o suspeito foi abordado pela equipe de Policiais Civis da Delegacia de Homicídios e proteção à Pessoa (DHPP), coordenada pelo delegado Fábio Costa, com o apoio de agentes do Tático Integrado de Grupos de Resgates Especiais (Tigre).

Fábio Costa destacou que T. S. C. é suspeito de envolvimento em outros homicídios no bairro do Ouro Preto. Veja abaixo o momento da prisão.

A namorada dele, que também estava no local de prisão, foi presa em flagrante e confessou que traficava drogas. Com ela, foram apreendidos celulares, dinheiro e drogas.

A prisão foi decretada pelo juiz Geraldo Amorim da 9 vara criminal do tribunal do júri de Maceió.

O CASO

O crime aconteceu no bairro do Ouro Preto, em uma área de mata. João Gabriel passou a noite amarrado e foi assassinado no dia seguinte, com vários golpes de machado. Além disso, o homicídio foi filmado pelos próprios autores e o conteúdo circulou pelas redes sociais.

Segundo Fábio Costa, a motivação do crime teria relação com dívidas de drogas na região, já que familiares da vítima afirmam que João Gabriel era usuário de entorpecentes. 

O caso chama a atenção pela crueldade. João Gabriel, sem nenhuma chance de defesa. Após o crime consumado, foi escrito nas costas da vítima, o nome de outro desafeto dos autores e isso serviria como um recado para ele.