Justiça

Acusado de matar homem a tiros por motivação política vai a júri

Ascom TJAL | 17/06/24 - 12h11
Caio Loureiro

O réu Rafael Henrique dos Santos Lima vai a júri popular nesta quarta (19). Ele é acusado de matar Petrúcio de Santana, no ano de 2010, em Flexeiras. A motivação do crime seria porque a vítima fazia oposição ao grupo político da cidade na época.

O acusado será julgado por homicídio qualificado pelo Tribunal do Júri, a partir das 8h, no Fórum do Barro Duro. O julgamento será conduzido pelo juiz Geraldo Cavalcante Amorim, da 9ª Vara Criminal de Maceió.

Segundo testemunhas, a vítima afirmava enfrentar problemas de ordem política com o grupo que comandava a cidade de Flexeiras há quase 40 anos.

O caso

Consta no processo que na madrugada do dia 5 de setembro de 2010, Petrúcio de Santana foi morto por sete disparos de arma de fogo. O crime ocorreu em um bar no município de Flexeiras.

De acordo com a denúncia, Rafael dos Santos Lima foi até o local onde estava a vítima, desceu do carro e afirmou “nunca mais você faz isso”. Em seguida, efetuou os disparos em direção à vítima, causando sua morte.

A vítima era policial civil e teria desavenças com alguns traficantes da cidade. Os relatos das testemunhas apontam também que havia mais três pessoas acompanhando o denunciado.