Política

Bolsonaro participa de cerimônia oficial pelo dia da Independência

"A partir de agora, não admito que outras pessoas uma ou duas joguem fora das 4 linhas. A regra do jogo é uma só: respeito a nossa Constituição", emendou o presidente

Correio Braziliense | 07/09/21 - 11h28 - Atualizado em 07/09/21 - 12h44
Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Em comemoração ao 199º aniversário da Independência do Brasil, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) participou, nesta terça-feira (7/9), da solenidade cívica de hasteamento da bandeira no Palácio da Alvorada. O evento, iniciado às 9h substituiu o tradicional desfile de 7 de setembro, na Esplanada dos Ministérios, e durou pouco mais de 40 minutos.

A cerimônia, ao ar livre, começou com a chegada de 18 paraquedistas na residência oficial, seguida da entrega da bandeira do Brasil ao presidente por uma paraquedista militar. Houve ainda a execução do Hino Nacional, com o hasteamento da Bandeira, seguido de salva de 21 tiros de canhão.

Ao final da cerimônia, a Esquadrilha da Fumaça realizou uma apresentação. Esse foi o segundo ano sem desfile cívico-militar na Esplanada por conta da pandemia. O evento teve estrutura reduzida para a imprensa e público. Mais cedo, o mandatário recebeu aliados e membros do governo em um café da manhã. Eles o acompanharam posteriormente no evento.

Ainda estiveram presentes na cerimônia o vice-presidente Hamilton Mourão, ministros e o ex-presidente Fernando Collor de Melo. Houve ainda a exposição de veículos e navios das Forças Armadas, como blindados, helicópteros e um navio da Marinha.]

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil