Política

CPI da Covid aprova requerimento que pede afastamento de capitã cloroquina

Folhapress | 03/08/21 - 13h47 - Atualizado em 03/08/21 - 13h50
Reprodução / Flickr Senado

A CPI da Covid aprovou requerimento do senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP) sobre a secretária da Gestão do Trabalho e da Educação do Ministério da Saúde, Mayra Pinheiro. Ele aprova a apresentação de pedido judicial para que ela seja afastada do cargo.

O pedido de afastamento também será feito ao ministro da Saúde, Marcelo Queiroga. A justificativa é de que ela teria cometido crime contra a vida por prescrever medicação sem eficácia comprovada.

Quebra de sigilo telefônico entregue à CPI da Covid mostra que Mayra Pinheiro manteve contato durante a pandemia com membros de fora do governo que defendiam tratamento sem eficácia contra a doença.

Em depoimento à CPI da Covid, a secretária fez defesa ferrenha do uso da hidroxicloroquina, medicamento sem eficácia comprovada para tratamento da Covid-19, e admitiu que a pasta federal orientou médicos de todo o país para que adotassem o tratamento precoce.