Geral

HGE atende 59 vítimas do trânsito; 26 foram por acidentes com motos

Da Redação, com Ascom Sesau | 16/08/21 - 16h02 - Atualizado em 16/08/21 - 16h14
HGE também registrou quatro atendimentos a vítimas de atropelamento no período | Neide Brandão/Assessoria

Maior unidade de urgência e emergência de Alagoas, o Hospital Geral do Estado (HGE) contabilizou, nesse final de semana, 59 atendimentos a vítimas de acidentes de trânsito registrados na capital e interior. Desse total, 26 ficaram feridas em decorrência de acidentes envolvendo motocicletas. No mesmo período, a unidade também assistiu 25 vítimas de colisões, quatro de atropelamentos, três de capotamentos e uma que se feriu em um acidente envolvendo bicicleta.

“No caso do paciente citado, o acidente causou apenas ferimentos leves. Mas, em geral, os acidentes de trânsito, principalmente os relacionados a motos, envolvem traumas que trazem muitas sequelas e, muitas vezes, a perda da vida. É preciso dirigir por você e pelos outros”, alerta o médico Paulo Teixeira, gerente do HGE, referindo-se à atenção requerida no trânsito.

O Hospital Geral totalizou 982 atendimentos, incluindo os 126 da Central de Triagem para Covid-19. Dos acolhimentos, 738 foram casos clínicos, além dos 220 registrados em consequência de acidentes, sendo 161 casuais e nove de trabalho, além dos 59 de trânsito. Também foram assistidas 18 vítimas de agressões, quatro de queimaduras e duas que atentaram contra a própria vida. O hospital também garantiu 594 altas, 197 internações, 97 transferências e 71 cirurgias.

Na Central de Triagem para Covid-19, dos 126 atendidos, 26 se submeteram ao teste do novo coronavírus e seis apresentaram o resultado positivo. Na Ala Covid-19, o hospital encontra-se com 80% dos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) ocupados, com 100% dos leitos Intermediários preenchidos, não havendo nenhum interno nos leitos Clínicos.