Alagoas

Internada no HGE, idosa que foi resgatada em Maceió tem agravamento no quadro de saúde

Eberth Lins | 16/08/21 - 10h35 - Atualizado em 16/08/21 - 10h43
Maria Izabel foi admitida na quarta-feira com lesão na perna direita, onde desenvolveu um quadro infeccioso e segue aos cuidados da equipe multidisciplinar da Área Amarela | Foto: Reprodução / TV Pajuçara

Internada no Hospital do Estado do Estado (HGE) desde que foi resgatada, após denúncia de abandono exibida na TV Pajuçara/ Record TV, a idosa Maria Izabel de Jesus dos Santos, de 101 anos, teve um agravamento no quadro de saúde. Nesta segunda-feira (16), o hospital informou que a centenária encontra-se com derrame pleural (um excesso de líquido no pulmão), fazendo uso contínuo de oxigênio e antibiótico. 

Maria Izabel foi admitida na quarta-feira (11), às 23h44, com lesão na perna direita, onde desenvolveu um quadro infeccioso e segue aos cuidados da equipe multidisciplinar da Área Amarela. O TNH1 apurou que nesse final de semana a idosa chegou a apresentar uma melhora, saiu da área semi intensiva e foi acomodada em um leito de internação, o que, no entanto, não demorou muito tempo.

A idosa é cega, sofreu perda quase total da audição e tem problemas de locomoção. Antes de ser levada ao HGE, Maria Izabel vivia em uma casa sem estrutura no bairro da Jatiúca e dependia da caridade de vizinhos, que se revezavam para oferecer alimentação, remédios e cuidados de higiene. A mulher é viúva e vivia há cinco anos sozinha em condição subumana. Segundo relatos à reportagem, recentemente ela teve uma piora e estava há cerca de 30 dias prostrada em uma cama.

Ainda não há previsão para que a idosa tenha alta médica, mas quando isso acontecer ela deve ser encaminhada à ala feminina da Casa de Ranquines, uma instituição filantrópica e religiosa que atende idosos desassistidos pela família na capital alagoana. A unidade onde Maria Isabel será acolhida fica no Benedito Bentes, na parte alta da cidade, e já cuida de outros nove idosos.