Justiça

Julgamento sobre Procedimento Administrativo contra Braga Neto é suspenso por pedido de vista

TNH1 com assessoria TJ-AL | 29/09/20 - 13h24 - Atualizado em 29/09/20 - 13h46
Arquivo TJ

O corregedor-geral da Justiça de Alagoas, Fernando Tourinho, propôs a instauração de Procedimento Administrativo Disciplinar (PAD) em desfavor do juiz José Braga Neto, em sessão administrativa do Pleno do Tribunal de Justiça, nesta terça-feira (29). O desembargador também votou pela manutenção do afastamento do magistrado.

O julgamento foi interrompido por pedido de vista do desembargador Celyrio Adamastor. Adiantaram o voto, acompanhando o relator, os desembargadores Domingos Neto, Otávio Praxedes, Alcides Gusmão, Paulo Lima, João Luiz Lessa, José Carlos Malta, Sebastião Costa e Washington Luiz.

O Tribunal de Justiça de Alagoas (TJ/AL) publicou, no Diário de Justiça Eletrônico do dia 15 de junho, o afastamento do juiz José Braga Neto de suas funções após suspeita da prática de tráfico de influência e eventual extorsão a reeducandos do Sistema Prisional, juntamente com o filho, o advogado Hugo Braga, preso na 'Operação Bate e Volta', no início do mês.

TNH1 deixa o espaço aberto para a manifestação da defesa do magistrado.