Justiça

Justiça absolve mãe e filho acusados de homicídio em Taquarana

Defesa sustentou pela absolvição dos acusados em razão de falta de provas da autoria do crime

Ascom TJ | 07/11/23 - 10h24
Fórum de Taquarana | Foto: Reprodução

O Tribunal do Júri da Vara do Único Ofício de Taquarana absolveu, nesta segunda-feira (6), Maria Alice da Conceição e Ednaldo Domingos dos Santos, acusados de serem respectivamente mandante e executor do assassinato de José Ronaldo da Silva. 

A defesa sustentou pela absolvição dos acusados em razão de falta de provas da autoria do crime. O júri foi conduzido pela juíza Larrissa Gabriella Lacerda e, por maioria dos votos, os jurados responderam afirmativamente quanto à materialidade do crime e negativamente quanto à autoria do delito.

O caso - Consta no processo que o casal vivia em união estável há sete anos e que estavam em processo de separação, mas Maria Alice não aceitava o fim do relacionamento, segundo a acusação.

De acordo a denúncia, no dia do crime José Ronaldo saiu com o filho e um neto da ré e na ocasião houve um desentendimento. Segundo testemunhas, a companheira da vítima teria sido a mandante do crime enquanto o filho Ednaldo e o neto Jackson dos Santos de Oliveira seriam os executores do assassinato. Jackson não foi julgado porque faleceu em 2013.