Gente Famosa

Justiça determina que Safadão pague 40 salários mínimos de pensão alimentícia

27/07/18 - 21h48 - Atualizado em 28/07/18 - 08h38
Reprodução

O cantor Wesley Safadão, 29, entrou em acordo com a ex-mulher Mileide Mihaile sobre o pagamento de pensão de Yhudy, o filho de sete anos do casal. Os dois participaram de uma audiência na 12ª Vara de Família de Fortaleza nesta sexta-feira (27) que durou cerca de seis horas.

Segundo a assessoria do cantor, ficou definido que Wesley Safadão continuará dando a Mihaile o valor mensal que paga desde 2015. O pagamento não era oficial e agora, ainda de acordo com a assessoria do músico, foi oficializada e homologada pela juíza.

O artista não quis revelar qual o valor acordado, alegando que o processo segue em sigilo.

"A conciliação foi feita pensando a todo momento no bem estar de Yhudy. Graças a Deus tudo terminou bem, quero preservar a integridade emocional do meu filho e nesse momento só desejo que a paz volte a reinar", afirmou o cantor em comunicado.

O processo de revisão do benefício foi aberto a pedido de Wesley Safadão, que queria alterar a forma de pagamento do valor, pago à mãe do menino. A ideia do cantor era que passasse a pagar gastos específicos do filho direto ao contratante, como, por exemplo, a escola em que ele estuda.

Mihaile atraiu fãs ao Fórum Clóvis Beviláqua, onde ocorreu a audiência. Segundo o jornal "O Povo",  pessoas próximas à empresária entregavam blusas a quem passava com as hashtags: #MileideMihaile, #ValenteQueChama e #DoMaranhãoParaOMundo.

Imagens feitas dentro do fórum mostram Mihaile parando para tirar selfies com pessoas no corredor. Na saída, ela falou com os jornalistas sobre o apoio que recebeu: "Poderia falar o dia inteiro, mas não seria suficiente para agradecer".

A reportagem tentou contato com Mihaile e sua advogada, mas não obteve resposta até a publicação desse texto.

Repercussão

O caso ganhou destaque na mídia nas últimas semanas, inclusive com famosos tomando o lado de Wesley Safadão ou de Mihaile.

Thammy Miranda, por exemplo, disse no YouTube que qualquer homem que tenha a mesma atitude que o músico está errado. "Se eu tivesse o dinheiro que ele tem, não estaria preocupado em dar uma condição boa a minha ex-mulher. Ela passou oito anos comigo e é a mãe do meu filho."

A apresentadora Antonia Fontenelle também chamou de feia a atitude do músico em seu canal no YouTube. "Você é um dos maiores artistas desse país, honre isso. Pode ser que hoje certas pessoas não tenham importância nas nossas vidas, mas no passado já tiveram, como é o caso da mãe do seu filho. É feio tudo isso que você está fazendo", disse.

Nesta semana, Wesley publicou um vídeo no Instagram Story em que fala do problema de estar sendo julgado sem ao menos ter se pronunciado sobre o assunto. "Toda história que se conta existem três lados, duas versões e dois lados, e o tempo é o senhor da razão", disse ele, chorando.

"Eu me mantive em silêncio durante todo esse tempo, por que, por mais que eu seja uma pessoa pública, eu não queria que meus filhos sofressem as consequências dessa fama [...] Hoje, graças a Deus, eu trabalho muito para dar o melhor pra eles. Tudo que eu tenho é deles e eu trabalho pra isso", disse o cantor.

Um dos advogados de Mihaile comentou o vídeo nas redes sociais dizendo não ter sido convencido pelo choro do músico. "Ao meu ver, a tentativa de movimentar a opinião pública com apelação sentimental, num processo que ele mesmo é o autor, é contraditório", disse Rafael Gonçalves.

"Mantenha o valor ou aumente, e sairá tudo bem, inclusive com elogio público pelas mesmas redes que foi questionado. Está em suas mãos. E para minha querida Mileide, siga firme! Minha solidariedade a todas as mamães que passam por isso é continuam firmes!", continuou o advogado.

Safadão, que foi casado com Mihaile por oito anos, é comprometido hoje com Thyane Dantas, 27, com quem tem uma filha de três anos. Em fevereiro ele anunciou que está a espera do terceiro filho. "Os filhos são bênçãos de Deus. Estou agradecido", disse ele na ocasião.