Alagoas

Motoristas sem comprovante de vacinação são impedidos de fazer novas viagens

Da Redação, com assessoria | 30/08/21 - 17h19 - Atualizado em 30/08/21 - 17h43
Arsal iniciou fiscalização com o objetivo de coibir profissionais que ainda não se vacinaram | Ascom Arsal

Dois motoristas que fazem o transporte intermunicipal de passageiros foram flagrados, nesta segunda-feira (30), circulando sem o comprovante de vacinação contra a Covid-19, como exigido pela Agência Reguladora de Serviços Públicos de Alagoas (Arsal), que avaliou positivamente o primeiro dia de fiscalização no sentido de coibir os trabalhadores que, por qualquer motivo, ainda não receberam ao menos a 1ª dose.

Eles foram flagrados em Marechal Deodoro e Satuba, região metropolitana de Maceió. Ambos foram suspensos temporariamente de suas atividades, sendo impedidos, portanto, de realizar novas viagens. 

A obrigatoriedade também vale para cobradores do transporte intermunicipal nas categorias complementar e convencional. Um cobrador, inclusive, também não apresentou o comprovante e, portanto, não mais poderá atuar enquanto não for imunizado.

O objetivo, segundo a Arsal, é conferir segurança sanitária tanto aos profissionais, quanto aos passageiros, que vêm sendo orientados sobre a importância da vacinação no combate à pandemia. O uso de máscara de proteção também segue obrigatório no interior dos coletivos.