Justiça

Prazos processuais serão suspensos a partir desta sexta; entenda o recesso da Justiça

Eberth Lins | 20/06/24 - 13h03
O recesso forense está previsto no artigo 37 da Lei nº 6.564, referente ao Código de Organização Judiciária. | Foto: Arquivo Ascom TJ / Caio Loureiro

Entre os dias 22 de junho e 1º de julho, o Poder Judiciário de Alagoas estará em recesso e os prazos processuais serão suspensos. Com o recesso, a Justiça passa a funcionar em regime de plantão somente para resolver casos urgentes. O retorno das atividades será no dia 2 de julho. 

Nesta quinta-feira (20), a Diretoria de Comunicação do Tribunal de Justiça de Alagoas (TJ/AL)  informou que o presidente do Tribunal, desembargador Fernando Tourinho, julgará os casos urgentes que chegarem no segundo grau de jurisdição de sábado (22) a quarta (26), enquanto o vice-presidente, Orlando Rocha, assume o plantão de 27 de junho a 1º de julho.

"Em Maceió, de 22 a 26 junho, a juíza Isabelle Coutinho Dantas Sampaio e o juiz Luciano Andrade de Souza atenderão as demandas cíveis e criminais, respectivamente. De 27 de junho a 1º de julho, o magistrado Jamil Amil Albuquerque de Hollanda atenderá os casos de urgência da área cível, enquanto o juiz Rafael Maia Correia atenderá os casos da área criminal. No interior, as comarcas de Rio Largo, São Miguel dos Campos, Arapiraca, Girau do Ponciano, Delmiro Gouveia, Santana do Ipanema, Coruripe, Piaçabuçu, Colônia Leopoldina e União dos Palmares serão as sedes dos plantões das cinco circunscrições", informa a Diretoria de Comunicação.

Clique aqui e confira os magistrados plantonistas.