Maceió

Secretário de Maceió é exonerado após defender suástica como 'liberdade de expressão'

João Victor Souza | 18/06/21 - 08h28 - Atualizado em 18/06/21 - 11h30
Divulgação

A Prefeitura de Maceió comunicou, por meio de conta oficial no Twitter, a exoneração do secretário de Turismo, Esporte e Lazer, Ricardo Santa Ritta. A decisão aconteceu um dia depois de Santa Ritta publicar um Tweet onde defendia do uso da suástica, um símbolo nazista, como "liberdade de expressão". A fala ganhou repercussão nacional e o secretário chegou a pedir desculpas nas redes. No comunicado (leia abaixo), a Prefeitura não comentou o teor do post que provocou o desligamento.

Santa Ritta usou a rede social para comentar o caso do jovem com suástica no braço que foi expulso de um shopping na cidade de Caruaru, em Pernambuco. Logo depois de ser criticado por internautas, a conta do secretário foi desativada.

“Hoje descobri que usar qualquer elemento com a “suástica” é crime federal no Brasil. Pensava que a liberdade de expressão permitisse", disse Santa Ritta em um primeiro momento.

"Perdão!"

Após a repercussão negativa da postagem, o secretário adotou um tom diferente nas publicações seguintes. “O Brasil tem mais artigo de lei que habitante. Hoje tomei conhecimento que usar símbolo da suástica é crime federal. Sinceramente, não sabia. O post anterior foi uma opinião pessoal minha. Achei interessante a discussão sobre liberdade de expressão por consequência disto”, explicou, sem convencer muitos os internautas, que continuam repercutindo negativamente a fala de Santa Rita..

“Acredito que nunca me ofendi com opiniões alheias. Mas tenho que entender que há quem se incomode com a minha. Perdão! Desculpa. Apesar de não ter citado ninguém, nem me dirigido a quem quer que seja. Continuem vivos. Sejam felizes!”, continuou o secretário.

Deputada e governador comentaram 

A deputada estadual Cibelle Moura (PSDB) chegou a responder o primeiro comentário de Santa Ritta e afirmou ser uma fala assustadora de um representante do município. "Defendo a liberdade como bandeira de vida e essa mesma liberdade é atingida diretamente pelo Nazismo. Dessa vez, você errou feio".

Já um comentário do governador Renan Filho (MDB) também gerou compartilhamento nas redes sociais. Ele corrigiu a declaração de uma internauta, que afirmava que Santa Ritta era secretário do Estado. Renan Filho então reforçou: "Do Estado, não. É Secretário do Município de Maceió".

Uso de símbolos nazistas é crime no Brasil

A lei brasileira considera crime fabricar, comercializar, distribuir ou veicular símbolos, emblemas, ornamentos, distintivos ou propaganda que utilizem a cruz suástica ou gamada para fins de divulgação do nazismo.

A pena de reclusão pode variar de um a três anos, além de multa.