Alagoas

Suspeito de atirar em ex-namorada e matar a mãe dela continua foragido

Tiago Logan* | 26/10/21 - 14h33 - Atualizado em 26/10/21 - 16h02
Reprodução Facebook

O delegado regional do município Santana de Ipanema, Hugo Leonardo, que também responde pela cidade de Olivença, afirmou que a Polícia Militar e a Polícia Civil atuam nas buscas para tentar prender Elvison Vilela, conhecido como tripinha, principal suspeito de atirar cinco vezes contra a ex namorada, Dayrla Roberto Correia Mélo, de 21 anos, e de matar com um tiro na cabeça a mãe dela, Damiana Roberto Correia Mélo, de 45 anos.

O caso aconteceu no início da tarde dessa segunda-feira, 25, em Olivença, a 203 quilômetros de Maceió, dentro do cartório, onde a Damiana trabalhava. Segundo a polícia, Dayrla já havia denunciado Elvison, que não aceitava o fim do relacionamento com a jovem. Após efetuar os disparos, Elvison fugiu em uma motocicleta e até agora não foi localizado pela polícia.

Em vídeo gravado e divulgado à imprensa, o delegado falou das medidas adotadas por ele no caso. "O boletim de ocorrência já foi instaurado, todas as solicitações de perícias no local do crime foram feitas. A partir daí, vou dar continuidade ao inquérito policial", garantiu o Hugo Leonardo, que também afirmou que dará contuinuidade a oitiva das testemunhas e aguarda os laudos do Instituto de Criminalística e do IML para concluir o mais rápido possível o inquérito. 

De acordo com o delegado, após a conclusão, o inquérito policial será encaminhado para o Poder Judiciário e o Ministério Público, para que o suspeito "seja punido no rigor da lei e que fatos como este não voltem a ocorrer no estado de Alagoas".

Veja o vídeo:

Estado de saúde

De acordo com a assessoria de comunicação da Unidade de Emergência do Agreste, para onde Dayrla foi transferida ainda na tarde de ontem, o estado de saúde da jovem é considerado estável. Ela está consciente, orientada e não precisou passar por procedimento cirúrgico.

*Estagiário, sob supervisão da editoria