Justiça

Acusado de homicídio por causa de passarinho vai a júri nesta quarta-feira

Da Redação, com Ascom TJ-AL | 26/10/21 - 14h05 - Atualizado em 26/10/21 - 14h12
Júri vai ocorrer no Fórum do Barro Duro, em Maceió | Arquivo/Ascom TJ-AL

A 7ª Vara Criminal de Maceió leva a júri , nesta quarta-feira, a partir das 9h, no Fórum do Barro Duro, o réu Djevan José dos Santos Silva, acusado de espancar e matar José Salviano Souza da Silva, em 2017. O julgamento será conduzido pelo juiz Filipe Ferreira Munguba. O crime, segundo os autos, aconteceu após uma briga na negociação por um passarinho.

O crime ocorreu no dia 09 de fevereiro de 2017, no bairro Clima Bom, parte alta da capital. Conforme a denúncia do Ministério Público, José era criador de passarinhos e foi morto devido a um conflito gerado pela negociação de um dos animais.

De acordo com a acusação, o réu - que está preso preventivamente - e outros três indivíduos ainda não identificados espancaram a vítima na porta de casa. Já segundo testemunhas, as agressões só pararam quando a família da vítima interveio. Um dos agressores, inclusive, chegou a invadir a casa da vítima, pegando o passarinho e fugindo do local. 

Também consta nos autos que, durante as agressões, o acusado deixou cair seu celular, que foi encontrado pelo genro da vítima. Posteriormente, Djevan entrou em contato, pedindo para que o aparelho fosse devolvido. No entanto, antes devolução, o genro mostrou as fotos encontradas no aparelho à polícia, auxiliando-a na identificação do acusado.