Alagoas

Alfredo Gaspar rebate declarações de Antonia Fontenelle e chama atriz de 'subcelebridade'

Eberth Lins | 13/01/21 - 09h52 - Atualizado em 13/01/21 - 10h09

O caso de agressão contra o ator global Henri Castelli chegou à cúpula da Segurança Pública de Alagoas. Na noite dessa segunda-feira (12), o gestor da pasta, Alfredo Gaspar, usou as redes sociais para lamentar o ato de violência, divulgado em veículos de imprensa de todo o Brasil, e afirmou que todas as providências jurídicas e policiais já estão sendo tomadas.

O secretário ainda criticou o discurso da youtuber Antonia Fontenelle, que ontem publicou stories na rede social Instagram "alertando" turistas para que tomem cuidado ao visitar o estado. "Turistas do Brasil, cuidado quando vocês forem para Alagoas, cuidado mulheres com seus maridos, porque eles podem apanhar covardemente", disse ela.

Alfredo Gaspar rebateu dizendo não admitir a generalização e preconceito contra o povo de Alagoas. "É lamentável que tenhamos que assistir determinadas subcelebridades se referindo com tamanho preconceito e falta de respeito aos alagoanos. Não somos um povo desordeiro, somos um povo de paz, a única coisa que pedimos é respeito", disse Alfredo Gaspar referindo-se à Fontenelle.

Fontenelle contou uma versão da agressão, segundo ela, após conversa com Henri Castelli  ( a versão da polícia você lê aqui) e chamou os responsáveis de 'aborígines', além de cobrar uma posição da Secretaria de Segurança Pública (SSP), marcando, inclusive, o perfil do Governo de Alagoas nas publicações. "Não é possível que as pessoas saiam de suas casas para fazer turismo, para se divertir ou para descansar e tenham que passar por isso", cobrou a atriz.

Também ontem a Polícia Civil de Alagoas (PC-AL) informou ao TNH1 que o inquérito sobre o caso deve ser finalizado nos próximos 10 dias e que os agressores serão indiciados por lesão corporal. " Ao menos duas pessoas estão envolvidas na confusão, mas estamos analisando a participação efetiva de cada um nas causas das lesões. Uma pessoa já sabemos de certeza e estamos analisando as outras para individualizar as condutas", detalhou o delegado responsável pelo caso, Fabrício Lima. 

O ator foi agredido no último dia 30, na Barra de São Miguel, litoral Sul de Alagoas, quando teve a mandíbula fraturada e precisou dar entrada na Santa Casa de Misericórdia de Maceió.