Geral

Família procura paciente que desapareceu de hospital psiquiátrico

Eberth Lins | 27/03/20 - 18h14 - Atualizado em 28/03/20 - 08h49
Jairo da Silva foi visto pela última vez no domingo | Foto: Cortesia ao TNH1

Familiares do auxiliar de produção Jairo da Silva, de 33 anos, estão angustiados e apelam por informações que possam ajudar a localizá-lo. Ele foi visto pela última vez no domingo (22), no Hospital Escola Portugal Ramalho, onde estava internado, no bairro Farol, em Maceió.

De acordo com a prima de Jairo, Lidiane da Silva Vieira, a direção do hospital entrou em contato com a família na segunda-feira (23) para informar que ele havia sumido.

“A informação que recebemos é que foram até o quarto para administrar a medicação e não o encontraram, foi quando entraram em contato com a gente para relatar do sumiço”, disse.

A família já procurou a Polícia Civil para registrar um Boletim de Ocorrência (BO). “Registramos o BO na terça, mas até agora não tivemos nenhum retorno. O hospital era responsável por ele naquele momento e também não nos dá um retorno”, frisou, acrescentando que família pensa em acionar a Justiça contra o hospital.

Segundo a prima do paciente, ele sofre de depressão e foi internado há três semanas no Hospital Portugal Ramalho após um surto. “Ele já tinha sido internado outras vezes. Estamos muito preocupados com saúde dele, já que não deve está fazendo uso da medição. Sem falar na questão do coronavírus, ele na rua está em perigo”, pontuou Lidiane.

Quem tiver informações que possam ajudar a localizar Jairo da Silva pode entrar em contato pelos números (82) 9 8754-1798 e  (82) 9 8721-6251.

O TNH1 tentou contato com o hospital, mas até a publicação da materia, não conseguiu retorno.

O Hospital Escola Portugal Ramalho informou que o desaparecimento de Jairo Silva está sendo investigado internamente e vem comunicando a outras unidades hospitalares caso algum paciente com as mesmas características físicas dê entrada. Leia nota na íntegra.

NOTA

O setor de Serviço Social do Hospital Escola Portugal Ramalho esclarece que Jairo da Silva deu entrada na unidade no último dia 15. Desde o momento em que percebeu a ausência do usuário na unidade, no último domingo (22), o hospital comunicou à família e vem acompanhando o caso, inclusive comunicando a outras unidades hospitalares caso algum paciente com as mesmas características físicas dê entrada. O setor também informou a situação para o Programa de Identificação e Localização de Pessoas Desaparecidas de Alagoas (Plid/AL), que também já está se mobilizando para localizar o usuário.

O desaparecimento de Jairo da Silva está sendo investigado internamente e todos os procedimentos de apoio à família estão sendo prestados. O hospital esclarece que segue todos os protocolos de segurança e proteção aos seus usuários.

O Hospital Escola Dr. Portugal Ramalho é o único hospital psiquiátrico público de Alagoas, sendo referência para o atendimento da população de todo o Estado e alguns municípios de Estados vizinhos.