Justiça

Justiça mantém prisão de motorista de app flagrado com mais de 34 kg de droga em Maceió

TNH1 com Ascom TJAL | 24/09/21 - 12h34 - Atualizado em 24/09/21 - 12h47
Cortesia

A Justiça manteve a prisão preventiva do motorista de transporte por aplicativo Daniel Ítalo Melo de Lira por tráfico de drogas, em decisão publicada nesta sexta-feira (24), no Diário da Justiça Eletrônico. O juiz Edivaldo Landeosi, da 11ª Vara Criminal de Maceió, apontou a alta quantidade do material apreendido como motivo para negar a liberdade provisória do acusado. Ao todo, foram 34,1 quilos de maconha.

De acordo com os policiais que efetuaram a prisão em flagrante, foi recebida denúncia de que um veículo Ford Fiesta efetuaria uma entrega de alta quantidade de drogas no estacionamento das Lojas Americanas, localizada no Benedito Bentes, no último dia 25 de agosto. No veículo, foi encontrado 1 kg de maconha.

Ainda segundo as autoridades, Daniel confessou que havia mais drogas em sua residência. No total, foram apreendidos 34,1 kg de maconha, balança de precisão, uma maquineta de cartão de crédito e um aparelho celular.

O juiz Edivaldo Landeosi considerou que a liberdade do réu representa um risco concreto para a ordem pública e para a coletividade. “Com efeito, o Tráfico de Drogas [...] é um dos delitos mais nocivos para a coletividade, considerado como verdadeira mola propulsora de várias outras infrações penais, destruindo vidas, a saúde e a paz das famílias, aterrorizando bairros,comunidades e até as Polícias do Estado”, diz a decisão.