Gente Famosa

Luva de Pedreiro recebe as chaves da nova casa em Pernambuco: 'Magnífica'

g1 | 01/07/22 - 17h14
Reprodução / Fantástico

O jovem baiano viralizou na internet após postar vídeos onde marca pênaltis em um campo de terra na zona rural de Quijingue, na Bahia.

Na semana passada, em vídeos gravados nas redes sociais, o influenciador acusou o ex-empresário Allan de Jesus de hackear a conta do WhatsApp dele e bloquear o acesso do baiano ao TikTok.

Na entrevista ao repórter Maurício Ferraz, o jovem baiano disse que ele e o pai não leram o contrato quando assinaram com o antigo empresário, e que Allan de Jesus botou uma espécie de segurança para vigiá-lo na pequena cidade onde morava, Quijingue (BA).

Ele contou ainda que o ex-empresário tinha as senhas das redes sociais e controlava tudo. Com isso, estava se sentindo aprisionado. Na entrevista, o influencer falou sobre um episódio em que Allan chegou a pedir para ele mentir para o jogador Neymar, um grande ídolo dele.

“Receba. Graças a Deus, pai. Todos os detalhes dessa reportagem no Fantástico. Receba”.

Entenda o caso - A polêmica começou após o jovem baiano anunciar uma pausa na gravação de vídeos, e fez com que o empresário responsável por sua carreira, Allan de Jesus, viesse a público na última quinta (23) para explicar contratos de publicidade que ainda não foram pagos ao influenciador.

O anúncio de pausa na carreira foi feito por Iran Ferreira, o Luva de Pedreiro, no último domingo (19). Em um vídeo publicado em suas redes sociais, o jovem baiano se mostrou irritado com as cobranças que vinha sofrendo, o que preocupou os fãs.

Nesta terça, o ex-jogador de futsal Falcão anunciou que vai agenciar a carreira do influenciador. No anúncio da parceria entre Luva de Pedreiro e a BET.12, empresa comandada por Falcão, o ex-jogador disse que todas as decisões sobre contratos serão do baiano e da família dele. "Pois o que é pouco pra um, pode ser muito para outro", justificou.