Futebol Nacional

Vídeo: jogador que agrediu juiz é detido e será autuado por tentativa de homicídio

Uol | 05/10/21 - 08h36 - Atualizado em 05/10/21 - 09h08
Reprodução / Transmissão

O jogador William Ribeiro, do Sport Clube São Paulo-RS, foi detido e será autuado por tentativa de homicídio após a agressão contra o árbitro Rodrigo Crivellaro no jogo válido pela Série A2 do Campeonato Gaúcho. A informação foi confirmada ao UOL Esporte pelo delegado da Polícia Civil de Venâncio Aires (RS), Vinicius Lourenço de Assunção.

De acordo com o delegado, o atleta foi apresentado em flagrante pela Polícia Militar, o mesmo seguirá detido no presídio local de Venâncio Aires (RS) e ficará à disposição da Justiça. A autuação não cabe fiança. A pena, em caso de condenação por tentativa de homicídio, é de até 20 anos de prisão.

"Eu decidi pela autuação em flagrante deste rapaz, pela tentativa de homicídio, uma vez que, na minha percepção, ele assume o risco de um resultado letal. Quando você assume o risco de matar alguém, chuta a cabeça de alguém que estava praticamente desfalecida. Por essa razão, ele vai ser autuado pelo artigo 121 - por um motivo fútil", disse Vinicius.

O árbitro segue hospitalizado e aguardando resultado de alguns exames feitos em sua chegada ao Hospital São Sebastião Mártir. Segundo informações do presidente da FGF (Federação Gaúcha de Futebol), Luciano Hocsman, o profissional está se recuperando.

"Primeiro, ele teria recebido um soco no rosto, depois um chute na cabeça, que atingiu a nuca dele e ele ficou inconsciente por vários minutos em campo. Ele foi removido pela ambulância e encaminhado para o hospital. Eu conversei com a médica responsável, foi feita uma tomografia de crânio e um raio x, exames protocolares, já que chegou imobilizado", disse o delegado, que completou:

"A situação dele é que se aguarda o resultado dos exames. Segundo a médica, ele apresenta um discurso muito confuso e o risco que correu foi seríssimo de lesões que poderiam ter sido fatal."

Entenda o caso

A partida entre Sport Clube São Paulo e Guarani-RS, pela série A2 do Campeonato Gaúcho, foi interrompida nessa segunda-feira (04) após o jogador William Ribeiro agredir o árbitro Rodrigo Crivellaro. O juiz precisou ser atendido pela ambulância e foi levado para o Hospital São Sebastião Mártir, em Venâncio Aires, no Rio Grande do Sul.

A partida foi paralisada aos 16 minutos do segundo tempo, quando o Guarani-RS vencia por 1 a 0. William acertou um chute em Crivellaro, que estava caído no chão. Ao notarem que o árbitro havia desmaiado, os jogadores pediram a entrada da equipe médica no gramado para socorrer o árbitro.

Em nota, o presidente do Sport Clube São Paulo-RS, Deivid Goulart Pereira, pediu desculpas à família do árbitro e anunciou que o clube rescindiu o contrato de William. "O contrato com o atleta agressor está sumariamente rescindido. Ademais, todas as medidas possíveis e legais em relação ao fato serão tomadas."