Brasil

Cantor morre com Covid-19 dois dias após perder a mulher grávida para a doença

G1 | 20/02/21 - 11h49 - Atualizado em 20/02/21 - 11h58
Divulgação

O cantor André Junio, de 34 anos, morreu com Covid-19, em Goiânia, na sexta-feira (19). A esposa dele, que estava no 7º mês de gravidez e também estava com coronavírus, faleceu dois dias antes. Foi feita uma cesárea para tentar salvar o bebê, mas ele também não resistiu.

André, também conhecido como Juninho, foi vocalista da Banda Leave, que realizava shows em casamentos, pelos últimos seis anos. A administração do grupo informou que o casal foi internado junto no último dia 8 de fevereiro em um hospital particular da capital.

Sem saber da morte da esposa, na quinta-feira (18), André foi entubado e evoluiu para estado de saúde gravíssimo. Ele morreu às 16h50 do dia seguinte.

Amigo de André e diretor da banda, Leandro Venancio contou que, na manhã deste sábado (20), ainda estavam sendo definidos local e horário do enterro. Segundo ele, os colegas pretendem fazer uma última homenagem ao cantor.

Morte da esposa e filho

Na quarta-feira (17), a esposa do cantor, a técnica em enfermagem Tammy Ferreira, de 33 anos, morreu também com Covid-19. Ela estava no 7º mês de gestação do bebê do casal, que se chamaria Joaquim, de acordo com publicações nas redes sociais do grupo musical de Juninho.

De acordo com a banda, os médicos fizeram uma cesárea para tentar salvar o bebê, mas ele também não resistiu. Ambos foram sepultados no Maranhão, de onde é a família dela originalmente.

Tammy era técnica em enfermagem e trabalhava no Hospital de Queimaduras da capital.

A unidade de saúde informou que a funcionária estava afastada do trabalho com pacientes e atuava na área administrativa do hospital justamente por a gravidez ser um fator de risco para a Covid-19. Também segundo eles, ela afastada do trabalho logo que foi diagnosticada com coronavírus.

O Conselho Regional de Enfermagem (Coren-GO) lamentou a morte da profissional por meio de uma postagem em uma rede social: “Nossas condolências à família e amigos. A categoria está de luto pela perda desta profissional".

A Secretaria Estadual de Saúde (SES-GO) registrou 378.996 infectados e 8.230 mortes por coronavírus, segundo o boletim divulgado na sexta-feira.